quinta-feira, agosto 04, 2011

Construa pontes em vez de cavar abismos!

Somos construtores de pontes, não cavadores de abismos. Somos ministros da reconciliação, não promotores de contendas. Somos pacificadores, não geradores de intrigas. O ministério da igreja é de aproximação das pessoas e não de afastamento delas. Somos um só corpo e membros uns dos outros. Quando um membro do corpo sofre, todos sofrem com ele; quando um membro é promovido, todos se regozijam com ele. Para isso, precisamos tomar algumas medidas.

Em primeiro lugar, reconhecer que somos falhos e erramos uns com os outros. Não somos uma comunidade de pessoas perfeitas. Nós ainda estamos sujeitos a falhas e tropeçamos em muitas coisas. Isso obviamente não nos dá o direito de errarmos intencionalmente. A vida cristã não nos dá uma imunidade para pecar. Precisamos ser vigilantes para não sermos pedra de tropeço para os nossos irmãos. Porém, o fato de errarmos uns com os outros não anula o fato de que somos uma só família e um só rebanho. O apóstolo Paulo admite que na igreja há momentos em que temos queixa uns dos outros.

Em segundo lugar, reconhecer que o caminho do arrependimento e do perdão é a única forma de construir pontes em vez de cavar abismos. Um cristão demonstra sua maturidade espiritual quando reconhece seu erro e tem disposição de pedir perdão. Não há comunidade saudável sem o exercício do perdão. Somos a comunidade dos perdoados e dos perdoadores. Quem não perdoa não pode orar, não pode ofertar, não pode ser perdoado. Quem não perdoa adoece emocional e fisicamente. A Bíblia diz que precisamos perdoar uns aos outros como Deus em Cristo nos perdoou. Esse perdão deve ser imediato, pleno e definitivo. O perdão sara as feridas, restaura os relacionamentos, produz comunhão e glorifica a relacionamentos, produz comunhão e glorifica a Deus. Ferir uns aos outros ou guardar mágoas produz doença emocional e desavença relacional. É tempo de construirmos pontes em vez de cavarmos abismos em nossos relacionamentos dentro da nossa família e da igreja.

Em terceiro lugar, reconhecer que Deus nos chamou para sermos ministros da reconciliação. Nós fomos chamados para pregarmos a reconciliação do homem com Deus e do homem com o próximo. Nós fomos vocacionados para construirmos pontes em vez de cavarmos abismos. Os filhos do Reino são pacificadores e os pacificadores são chamados filhos de Deus. A Bíblia diz que o amor cobre multidão de pecados. Quem ama busca a reconciliação.

Em quarto lugar, reconhecer que nenhuma vitória tem gosto de vitória se a comunhão fraternal é quebrada. A única vitória que glorifica o nome de Cristo é a decisão de restaurar o que foi quebrado, de aproximar o que foi afastado. Paulo diz: “no que depender de vós, tende paz com todos os homens”. Ainda diz que se preciso for, devemos sofrer o dano para construir as pontes da reconciliação. A Palavra de Deus diz que devemos ter o mesmo sentimento que houve também em Cristo. Ele não revidou ultraje com ultraje. Ele rogou ao Pai que perdoasse seus algozes e até mesmo atenuou-lhes a culpa, dizendo que eles não sabiam o que estavam fazendo. A Bíblia inteira é um apelo à reconciliação com Deus e a reconciliação fraternal. O apóstolo Paulo chega a afirmar que se não houver perdão dentro da igreja, Satanás leva vantagem sobre nós. Que Deus nos ajude a amar uns aos outros, a dar a nossa vida uns pelos outros, a perdoar uns aos outros como Deus em Cristo nos perdoou e a construirmos pontes em vez de cavarmos abismos.

ADORADORAS

ADORADORAS
A mulher virtuosa é o elo que liga marido e filhos. A mulher virtuosa é a arca que Deus preparou para salvar o homem dos dilúvios da vida. A mulher virtuosa é o canal por onde flui a graça de Deus que encoraja marido e filhos. A mulher virtuosa é a resposta de Deus à necessidade do homem de carinho, aconchego e proteção. A mulher virtuosa é o espelho que ajuda o homem a melhorar, crescer e se desenvolver nas múltiplas áreas da vida. A mulher virtuosa é o porto seguro para os filhos durante os vendavais da vida. A mulher virtuosa é promotora da alegria dentro do relacionamento familiar. A mulher é o instrumento que Deus escolheu para que cada um de nós viesse a existir. Que Deus abençoe as mulheres hoje e sempre!

O ERRO DO FEMINISMO...

O ERRO DO FEMINISMO...
"é crer no valor do trabalho como maior que o valor do lar."

O VERDADEIRO SUCESSO...

O VERDADEIRO SUCESSO...
"Nenhum sucesso na vida compensa o fracasso no lar."

SER MULHER É UM PRIVILÉGIO E UMA NOBRE MISSÃO...

SER MULHER É UM PRIVILÉGIO E UMA NOBRE MISSÃO...
"Ao redescobrir e aceitar a profundidade, abrangência e transcendência do seu papel de ajudadora, a mulher se liberta e se realiza. Ela vê oportunidade em lugar de obrigação. Deixa de competir para completar. Ser mulher é um privilégio e uma nobre missão"

Seguidores

Tú serás Honrada

Tú serás Honrada
“O Espírito do Senhor Deus está sobre mim; porque o Senhor me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; A apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do Senhor, para que ele seja glorificado. E edificarão os lugares antigamente assolados, e restaurarão os anteriormente destruídos, e renovarão as cidades assoladas, destruídas de geração em geração. (…) Em lugar da vossa vergonha tereis dupla honra; e em lugar da afronta exultareis na vossa parte; por isso na sua terra possuirão o dobro, e terão perpétua alegria” … Isaías 61

Temos um Chamado

Temos um Chamado
“Deus, que nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme a sua própria determinação e graça que nos foi dada em Cristo Jesus, antes dos tempos eternos” (2 Tm 1:9).

MISSÃO DIVINA...

MISSÃO DIVINA...
"Então poderão ensinar as mulheres novas a amarem seus maridos e filhos, a serem sensatas, honestas, boas donas de casa, bondosas, submissas a seus maridos, para que a Palavra não seja blasfemada" (Tito 2:4-5)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Popular Posts

 

Adoradoras Copyright © 2011 | Template design by Adoradoras | Powered by Blogger Templates